Início Geral Aumenta o acesso de agricultoras mineiras ao crédito rural

Aumenta o acesso de agricultoras mineiras ao crédito rural

252
0

O percentual de mulheres que contrataram o crédito rural em Minas Gerais aumentou em 2020. De acordo com o Banco Central, foram feitos 53.956 contratos para as produtoras rurais mineiras no ano passado, representando 24,27% do total de financiamentos agropecuários.

Em 2019, 49.207 contratos foram fechados para as produtoras agrícolas, ou seja, 23,02% do crédito total aplicado no estado.

Esse aumento das contratações nos moldes Empresarial e Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) confirma um dado interessante. Segundo o IBGE, a participação da mulher na direção dos estabelecimentos agropecuários aumentou de 10,8%, em 2006, para 14,4% no Censo 2017.

Para o coordenador técnico estadual de Crédito Rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), José Henrique Barbosa, o crédito agrícola é muito importante para fortalecer a atividade agropecuária no Brasil, permitindo aos agricultores a melhoria de seus arranjos produtivos.

“Com o crédito rural, produtores e produtoras podem conduzir adequadamente suas atividades com investimento nas propriedades, gerando emprego e renda. Na agricultura familiar toda a família está envolvida na produção – tanto o casal, como os filhos – o que demanda uma maior assistência à mulher rural”, avalia.

Ele explicou, ainda, que, de 2019 a 2020, houve um crescimento superior a 5% nas operações contratadas por mulheres junto ao Pronaf.

Os agricultores e agricultoras familiares que desejam contratar um financiamento pelo crédito rural podem contatar um escritório local da Emater-MG de seus municípios. A empresa é parceira do Banco do Brasil na disponibilização de crédito rural.