Produção de banana orgânica em Ravena-MG dispensa agrotóxicos

Maio 29, 2020

A Casa de Caco Agronegócio pegou estrada e foi conhecer a Fazenda Rocinha do Jatobá, em Ravena, um distrito a 40 quilômetros de Belo Horizonte.

A propriedade é destaque na produção de banana orgânica, totalmente natural e livre de agrotóxicos. Quem recepcionou a nossa equipe e mostrou todo o processo de plantio, cultivo e manejo da fruta foi o dono do sítio, o produtor agrícola Gilvan Célio Paiva.

Ele herdou do pai a atividade e o amor pelo trato com a terra. Após mais de 30 anos trabalhando com informática, Gilvan largou a antiga profissão para se dedicar exclusivamente à produção de banana prata, totalmente orgânica.

A fazenda possui mais de 25 mil bananeiras distribuídas em quase 20 hectares de terra. Toda a produção de banana é feita com insumos da própria natureza, inclusive no controle de pragas.

“Para combatermos os besouros que atacam a plantação, nós soltamos as galinhas na terra, que comem a praga. Além disso, usamos o caule das bananeiras como uma armadilha para a captura e extermínio das pragas”, explica Gilvan.

Até o adubo é feito com esterco do gado da fazenda. Após a colheita, as bananas são pesadas e selecionadas; ganham um selo de certificação e são embaladas de acordo com cada cliente. Em seguida, seguem para a entrega e distribuição nas cidades, em feiras e supermercados.

Alimentos Orgânicos

O alimento orgânico é especial e requer algumas exigências para a sua produção. Deve ser livre de pesticidas e produtos químicos, e não pode sofrer danos com a colheita.

“Além desses requisitos, o produtor de alimento orgânico precisa receber certificação de empresas especializadas, além de autorização do Ministério da Agricultura e dos órgãos de regulamentação estaduais”, explica o coordenador-técnico da Emater-MG, Wagner Fani.

Confira a matéria: